Padrões de desenvolvimento?

Existem padrões de desenvolvimento para aplicações baseadas em Blockchain ? Quais os melhores padrões hoje ?

São os mesmos padrões de sempre.
Desenvolvimento de software não mudou muito por conta da área de block chain.

Mas ferramentas, acredito que tem várias novas… Como aquela app para auxiliar a desenvolver em Ethereum, levantando uma block chain do Ethereum para auxiliar no desenvolvimento de smart contract.
Não me lembro o nome dessa ferramenta agora, se lembrar/achar compartilho aqui.

1 Curtida

Olá meu caro, obrigado pela sua resposta. Acredito que o app que se refere é o REMIX
https://remix.ethereum.org/#programacao

Falando de forma mais genérica. De forma oficial a padronização caberia a alguma entidade como a ISO - International Organization for Standardization. A linguagem C++ por exemplo, principal linguagem usada para a construção do primeiro Blockchain (Bitcoin) é padronizada pela ISO desde 1998 e passou por duas revisões (2003 e 2014). O Tiago usa a linguagem Python para fazer videos explicando e demonstrando o funcionamento do Blockchain, normalmente do Bitcoin, como por exemplo na mineração do bloco gênese. Até mesmo o uso do nome Blockchain se mistura com DLT e alguns usam de propósito por ser mais conhecido:


Fonte: https://www.blockmaster.com.br/artigos/voce-conhece-o-blockchain-corda/

Além dessa possibilidade de padronização oficial por uma organização internacional existe a possibilidade de padronização do “mercado”. Até o momento não aconteceu uma coisa nem outra. Recorrendo novamente ao Tiago ele citou numa resposta aqui no fórum em outra postagem o exemplo dos aparelhos de reprodução de videos em fitas, os videocassetes (antes de inventarem os dvd’s). No início cada fabricante desenvolveu ou adotou um tipo de sistema de gravação e reprodução (U-matic, Betamax, Betacam, VHF, etc.) obrigando ou impondo a adoção de um sistema vertical (tamanho das fitas, sistema de gravação das imagens e por consequência de leitura, etc.). No fim venceu o sistema VHF e todos os demais fabricantes passaram a produzir gravadores e reprodutores de video neste padrão.
A existência de uma entidade que congrega empresas de um determinado setor pode criar alguma padronização, é o que ocorre no sistema financeiro onde existe a Febraban e onde grandes bancos como Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil, etc. trabalham em conjunto trocando informações para adoção de algumas soluções usando Blockchain de forma unificada, mesmo assim são obrigados a adotar padrões diferentes, veja abaixo o caso do Bradesco que usa IBM, Corda, Ethereum e Ripple dependendo do tipo de serviço/produto:


Fonte: https://cmsportal.febraban.org.br/Arquivos/documentos/PDF/12_06%20-%2014h45%20-%20Blockchain%20na%20Prática%20-%20George%20Marcel%20Smetana.pdf

Na minha visão esse mundo do Blockchain ainda não está maduro. Até mesmo grandes empresas com dinheiro para investir e/ou escolher e comprar sistemas estudam e/ou adotam diferentes modelos de Blockchain para diferentes produtos.
Se entendi o objetivo da sua pergunta você quer saber se existe um padrão para estudar e poder se encaixar bem nesta indústria que está nascendo. Apenas como sugestão você encontra no GitHub diversos documentos de Blockchains de grandes empresas como por exemplo a IBM (Hyperledger), Corda R3 (DLT) ou da Ripple (Blockchain fechado) focado no mercado financeiro. Também acredito que haverá alguma “padronização” por segmentos devido a diferenças e características específicas de cada segmento.
Hoje como o mundo é muito automatizado eu vejo muito mais significado nos especialistas do que no generalistas. É certo que se você trabalha numa estrutura empresarial ou é um empreendedor precisa ou deve dominar o quanto puder de todos os processos, a realidade impõe competição e quem tem mais conhecimento já parte com vantagem podendo agregar o resto (gestão de pessoas, cumprimento de prazos, etc.). Mas dizem por aí que aqueles que querem abraçar o mundo não pegam nada. Se eu estivesse começando a minha vida e tivesse que escolher buscaria especialização dentro de algum segmento. Na informática, por exemplo, existe uma grande distinção na escolha entre sistemas que tem interface com o público/cliente final (site, terminais eletrônicos, aplicativos de smartphone, etc.) e sistemas de suporte ao negócio (contabilidade, cadastros de clientes e fornecedores, cálculo e controle de operações de crédito, etc.) que são utilizados apenas pelos funcionários internos. Nos dois casos grandes e pequenos fornecedores se misturam. Pela velocidade que o mundo da informática avança me parece difícil acompanhar mais de uma especialização, por isso acredito que é melhor escolher uma e se aprofundar nela. Visão mais global vem com o tempo e com o interesse

1 Curtida

Página da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que tem uma comissão estudando o blockchain.

http://www.abnt.org.br/abnt-cee-307-comissao-de-estudo-especial-de-blockchain-e-tecnologias-de-registro-distribuidas