O que aconteceria se todos os validadores estivessem desligados?

O que aconteceria na blockchain se os validadores estivessem desligados?

Ol√° Azevedo, sem bem vindo!
Depende, a sua d√ļvida √© muito aberta ou gen√©rica. Existem 2 tipos de valida√ß√£o, de transa√ß√Ķes e de blocos. Mas sendo direto, um Blockchain sem validadores n√£o √© um Blockchain ‚Äúraiz‚ÄĚ ou do tipo aberto, como √© o caso do Bitcoin.
Um Blockchain pode ser feito de diversas formas e/ou com configura√ß√Ķes diferentes. Quem faz √© que define como vai funcionar. Um Blockchain pequeno com poucos n√≥s pode ser totalmente desligado com ‚Äúcerta‚ÄĚ facilidade ‚Äúdesligando‚ÄĚ a valida√ß√£o ou a minera√ß√£o. J√° Blockchains maiores, como no caso do Blockchain do Bitcoin √© bem dif√≠cil, mas n√£o imposs√≠vel, que seja ‚Äúdesligado‚ÄĚ por falta de validadores. Estou colocando a palavra ‚Äúdesligar‚ÄĚ entre aspas porque o processo de valida√ß√£o nos dois casos (transa√ß√Ķes e blocos) √© feito automaticamente por scripts que fazem parte do pacote de programas que s√£o instalados no equipamento de quem vai se conectar numa rede, como por exemplo do Bitcoin. Ou seja, quando algu√©m ‚Äúdesliga‚ÄĚ significa que ele se desconecta da rede.
Em muitos Blockchains as fun√ß√Ķes exercidas por um n√≥/nodes n√£o s√£o isoladas. Havendo necessidade qualquer usu√°rio pode se tornar validador, dependendo do tipo de Blockchain (aberto, fechado etc.). No caso espec√≠fico do Bitcoin todos os usu√°rios do grupo ‚ÄúFull Nodes‚ÄĚ ou que rodam n√≥s completos podem validar.
No link mais abaixo, por exemplo, você poderá ver que existem quase 15 mil nós/nodes conectados na rede do Bitcoin. Pela distribuição geográfica bem ampla dá para perceber que mesmo ocorrendo uma grande catástrofe em determinada região outra região poderá manter o sistema funcionando (mineração, validação etc.). Como uma parte dos nós/nodes são equipamentos mantidos por usuários a quantidade de equipamentos conectados na rede varia, enquanto uns entram outros saem por quebra, para manutenção, perda de comunicação etc. Mineradores, dependendo do equipamento podem direcionar seu esforço para minerar um a criptomoeda e se for possível, virar a chave e partir para minerar outra criptomoeda mais rentável durante algumas horas, dias ou mais tempo. No caso específico do conceito original de um Blockchain que nasceu com o Bitcoin a ideia central é que seja um sistema aberto e descentralizado onde os interessados podem entrar e sair a qualquer momento sem nenhum tipo de obstáculo a não ser os requisitos mínimos de equipamento & comunicação. Com base nessa visão, no caso do Bitcoin, qualquer pessoa, qualquer interessado poderá se tornar um validador para manter o sistema funcionando. Mesmo funcionando desta forma o Bitcoin não parou um minuto sequer desde que foi criado lá em 2009, ou seja, mesmo não tendo nenhum tipo de incentivo financeiro direto existem pessoas contribuindo para manter o sistema no ar há mais de 10 anos. Existem Blockchains com restrição de acesso onde o interessado passa por algum tipo de verificação, tem que depositar alguma quantidade de criptomoeda como garantia etc. para se conectar a rede desta criptomoeda.


Imagem printada de: Global Bitcoin Node Distribution Map (Live)

1 curtida

N√£o ficou nenhuma d√ļvida. Voc√™ foi direto na resposta da minha pergunta. Eu ficava pensando ‚Äúonde fica esse livro raz√£o da block chain‚ÄĚ? Depois da sua explica√ß√£o percebi que a todo momento esse ‚Äúlivro raz√£o‚ÄĚ √© atualizado pelos validadores. √Č nos computadores desses validadores que ficam armazenadas (se √© que a gente pode falar assim) todo o hist√≥rico de transa√ß√Ķes da blockchain. Interpretei corretamente sua resposta, Cec√≠lio?
Gostaria de lhe agradecer. Ficou muito show! :+1:

1 curtida

Sim e nesse canal do vídeo acima tem outro que fala especificamente sobre Blockchain.
A express√£o ‚Äúlivro raz√£o‚ÄĚ vem do formato do sistema que tem basicamente n√ļmero de contas, registra entradas (cr√©ditos) e sa√≠das (d√©bitos) e os respectivos saldos. No fundo s√£o dados armazenados de forma sequencial, em v√°rios locais distintos (distribu√≠do) depois de serem validados. Esse armazenamento √© feito de forma sequencial e cada bloco de dados cont√©m basicamente as transa√ß√Ķes/transfer√™ncias de criptomoedas entre contas. Uma das confus√Ķes que muitos fazem √© n√£o entender que as criptomoedas nascem e ficam eternamente dentro do Blockchain, nunca saem de l√°, apenas se movimentam entre as contas que s√£o criadas l√° dentro.

No link abaixo voc√™ encontra um ‚Äúmanual‚ÄĚ em PDF sobre Blockchain que pode te ajudar a entender melhor o assunto:

Transcrevo abaixo a p√°g 31 do livro ‚ÄúMastering Bitcoin‚ÄĚ sobre valida√ß√£o para ter uma ideia do que √© checado pelo script de valida√ß√£o:

"Validando um Novo Bloco

O terceiro passo no mecanismo de consenso do bitcoin é a validação independente de cada bloco novo, que é realizada por cada nodo da rede. À medida que os blocos recém-descobertos são propagados pela rede, cada nodo realiza uma série de testes para validá-lo antes de propagá-lo para seus pares. Isso garente que somente blocos válidos serão propagados na rede. A validação independente também garante que os mineradores que agirem honestamente terão seus blocos incorporados na blockchain, e, portanto, receberão sua recompensa. Os mineradores que agirem desonestamente terão seus blocos rejeitados e não apenas perderão sua recompensa, como também terão desperdiçado o esforço despendido para encontrar uma solução de prova-de-trabalho, ou seja, terão gasto com energia elétrica sem obter nenhuma compensação.
Quando um nodo recebe um bloco novo, ele ir√° validar o bloco ao verific√°-lo contra uma longa lista de
crit√©rios que precisam ser preenchidos; caso contr√°rio, o bloco ser√° rejeitado. Esses crit√©rios podem ser vistos no cliente Bitcoin Core nas fun√ß√Ķes CheckBlock e CheckBlockHeader e incluem:

‚ÄĘ A estrutura do bloco de dados √© sintaticamente v√°lida.
‚ÄĘ O hash do cabe√ßalho do bloco √© menor do que a dificuldade de destino (garante a prova de
trabalho)
‚ÄĘ O timestamp do bloco √© menos do que duas horas no futuro (permitindo erros de tempo)
‚ÄĘ O tamanho do bloco est√° dentro dos limites aceit√°veis
‚ÄĘ A primeira transa√ß√£o (e somente a primeira) √© uma transa√ß√£o de gera√ß√£o coinbase
‚ÄĘ Todas as transa√ß√Ķes contidas no bloco s√£o v√°lidas usando o checklist de transa√ß√Ķes discuto em
Verifica√ß√£o Independente de Transa√ß√Ķes

A validação independente de cada bloco novo feita por todos os nodos da rede garante que os
mineradores n√£o podem trapacear. Nas se√ß√Ķes anteriores n√≥s vimos como os mineradores conseguem
escrever uma transação que os recompensa com os novos bitcoins criados no interior do bloco e os
paga as taxas de transação. Por que os mineradores não escrevem para eles próprios uma transação
com mil bitcoins de recompensa, ao invés de usar a recompensa correta? Porque todos os nodos
validam os blocos de acordo com as mesmas regras. Uma transação coinbase inválida tornaria inválido todo o bloco, o que resultaria em um bloco sendo rejeitado e, portanto, a transação jamais seria incluída na blockchain. Os mineradores tem que construir um bloco perfeito, baseado nas regras
compartilhadas que todos os nodos seguem, e minerá-lo com uma solução correta para a prova de
trabalho. Para fazer isso, eles gastam muita energia elétrica na mineração, e se eles trapacearem, todos os seus gastos com energia elétrica e todo o seu esforço serão desperdiçados. Esse é o motivo pelo qual a validação independente é o componente chave do consenso descentralizado."