Escola Keynesiana e o Desemprego

#1

Eu já vi algumas pessoas criticando o bitcoin pelo fato de haver uma quantidade fixa de tokens o que tornaria a economia do bitcoin deflacionária. Bom a escola Keynesiana afirma que tendo deflação você terá desemprego, e eu concordo com isso embora não seja pelo mesmo motivo dos Keynesianos, e a forma com a qual eu conclui isso creio que é mais semelhante com o pensamento austríaco. No caso, minha conclusão se baseia no fato de que numa economia deflacionária se o preço do salário mínimo for expresso por unidades elas passarão a valer mais com o tempo pois uma quantidade x de dinherio hoje irá valer mais amanhã, assim o salário mínimo irá aumentar fazendo com que as empresas tenham que demitir funcionários devido ao aumento de gastos com funcionários, e por tanto para viabilizar uma economia usando bitcoin o salário mínimo deveria ser reduzido para zero.

1 Like
#2

O Salário Mínimo por si só, já é um política que gera o desemprego e seria ele o responsável por isso e não o Bitcoin.

1 Like
#3

Olá, também sigo a linha de pensamento austríaca e sou um anarcocaptalista.

Poderia me dar uma ajuda e dizer em qual livro eu poderia ler mais sobre teoria econômica?

Estou devendo o Ação Humana do Mises faz mais de um ano, o livro é uma verdadeira Bíblia.

Desde já, obrigado!

~Z33DD

#4

Há uma similidade da deflação com o mercado de tecnologia.
Pois sempre são desenvolvidos equipamentos (como dispositivos, storage, processadores, smartphones) por menos preços, quando isso não acontece o equipamento aumenta de capacidade (que também e uma deflação).

Em relação ao salário, sempre há reajustes salariais (uma vez que o dinheiro é inflado sempre)
Então se o dinheiro fosse deflacionário, as empresas poderiam fazer contratos com os funcionário e reajustar o “salário” pra baixo também.